Conheça destinos que já estão abertos para os brasileiros nestes tempos de pandemia

Ainda estamos enfrentando tempos difíceis por toda a parte, mas já sentimos uma maior esperança quando vemos que alguns destinos já estão de portas abertas para receber brasileiros. Nós selecionamos algumas opções de destinos abertos para brasileiros e todas as exigências para entrada em cada um destes países.

DESTINOS ABERTOS PARA BRASILEIROS

México: não há restrição de entrada, mas os turistas que chegam de países afetados pela Covid-19 são submetidos à triagem e colocados em quarentena, se necessário. Há um questionário de identificação de fator de risco ao viajante que deve ser apresentado à imigração e o uso de máscaras é obrigatório em locais públicos.

Belize: reabrirá a partir de 15 de agosto e os passageiros terão que apresentar um teste negativo para Covid-19 feito dentro de 72 horas antes da partida, além de baixar o app de rastreamento Belize Health App. Todos estão sujeitos à aferição de temperatura na chegada.

Jamaica: antes do embarque é preciso obter uma autorização de viagem no site http://www.visitjamaica.com. Os turistas estão sujeitos a exames médicos na chegada ao destino e o uso de máscaras é obrigatório em todos os locais públicos.

Bahamas: é preciso solicitar o visto de saúde para viagem Travel Health Card no site travel.gov.bs e apresentá-lo na chegada ao destino, além do resultado negativo para Covid-19, cujo exame PCR tenha sido realizado até 10 dias antes do embarque.

Barbados: turistas provenientes de países com alto número de casos deverão apresentar teste negativo para Covid-19 dentro de 72 horas antes do embarque. Quem não tiver feito antes será obrigado a fazer o teste na chegada, permanecendo de quarentena até o resultado sair.

República Dominicana: os passageiros estão sujeitos à verificação de temperatura na chegada e, caso apresentem sintomas ou temperatura acima de 38º, serão submetidos a um teste rápido de Covid-19. Deve ser preenchido um formulário de declaração de saúde do viajante.

Turquia: além do preenchimento dos requisitos habituais de imigração, os visitantes poderão ter a aferição de temperatura verificada na chegada ao destino.

Croácia: é preciso apresentar uma razão válida para visitar o país, seja a negócios ou a turismo e a comprovação de reserva de hotel para o período, além do preenchimento do formulário EnterCroatia (entercroatia.mup.hr).

Portugal: serão admitidos voos proeminentes apenas de São Paulo e Rio de Janeiro para viagens essenciais (motivos profissionais, estudo, razões de saúde, residentes, entre outros casos). Deve ser apresentado resultado negativo do teste para Covid-19 emitido nas 72 horas antes do embarque. Estão sujeitos a exames médicos e aferição de temperatura na chegada ao país.

Dubai – Emirados Árabes: é necessário a todos apresentar atestado médico comprovando resultado negativo de Covid-19 realizado 96 horas antes do embarque. O seguro viagem é obrigatório e a Emirates oferece gratuitamente seguro contra Covid-19 até o fim de outubro, válido por 31 dias após o primeiro voo feito pelo passageiro.

Líbano: o visto será emitido na entrada e os passageiros provenientes de países com alto número de casos de Covid-19 deverão apresentar resultado negativo para a doença. O exame deve ser realizado até 72 horas antes do embarque.

Maldivas: na primeira fase da abertura será possível se hospedar apenas em um único resort e as propriedades vão atender com capacidade limitada, normas rígidas sanitárias e distanciamento social. Não há exigência de teste para o Covid-19 ou quarentena para quem não apresentar sintomas. O uso de máscaras é obrigatório em locais públicos.

Tanzânia: não há regras para quarentena e tampouco uso obrigatório de máscaras e distanciamento social. Contudo, os turistas estão sujeitos a exames médicos e o governo está coletando informações de rastreamento dos viajantes internacionais. É preciso preencher um formulário de vigilância sanitária e ter visto.

Ruanda: será necessário apresentar um resultado negativo para Covid-19, cujo exame PCR tenha ocorrido até 72 horas antes da chegada. No país, um segundo teste será realizado com resultados entregues dentro de 24 horas, período em que os turistas terão de permanecer em seus hotéis.

Egito: fora o visto, o país requer preenchimento do cartão de saúde pública no desembarque e a apresentação de seguro viagem para eventuais despesas médicas.

Quênia: fora o visto será necessário apresentar na chegada um teste com resultado negativo para Covid-19 realizado até 72 horas antes do embarque.

IMPORTANTE

É necessário que você verifique se houve atualização das informações do seu destino antes de emitir seus itens de viagem, isto porque em virtude da pandemia podem ocorrer alterações a qualquer momento.

A reabertura das fronteiras destes locais (e de vários outros destinos) está cercada de rígidos protocolos de segurança e higiene, e foram pensados para garantir o bem-estar e saúde de todos. Estes destinos já estão abertos para os brasileiros e é necessário seguir à risca os protocolos sanitários e de higiene na sua viagem, afinal de contas, viajar é preciso, mas cuidar da sua saúde e planejar as suas próximas viagens com segurança é essencial.

Boa viagem!

EM TEMPO

Veja mais informações sobre planejamento de viagem aqui.
E caso queira saber mais informações sobre restrições de viagem nestes tempos de pandemia acesse o mapa interativo da IATA clicando aqui.

destinos para brasileiros na pandemia
destinos para brasileiros na pandemia
destinos para brasileiros na pandemia
destinos para brasileiros na pandemia
destinos para brasileiros na pandemia