ESCALA, CONEXÃO E STOPOVER

Acredito que seja muto provável que você já tenha ouvido falar alguns destes termos, contudo você sabe o que cada um deles significa? Escala, conexão e stopover podem fazer com que sua viagem seja muito bem aproveitada ou podem ser um dos agentes que transformam a viagem num pequeno pesadelo.

Em primeiro lugar, antes de emitir o seu bilhete aéreo, confira aqui o que cada um destes termos significa e não tenha nenhuma surpresa no decorrer do seu próximo projeto. Em conclusão, quero que você conheça cada um destes termos para, quem sabe, poder aproveitar boas oportunidades e curtir ainda mais a sua próxima viagem.

Saiba o que são escala, conexão e stopover

Esses são termos que você vai saber diferenciar para planejar a sua viagem de avião e emitir o seu bilhete aéreo com segurança.
Iremos abordar detalhadamente cada um deles para que saiba como tomar os cuidados necessários para que possa beneficiar o seu planejamento.
Além disso, temos também mais explicações em nosso canal do Youtube, clicando aqui para assistir.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
ESCALA

É um voo programado para pousar em um ou mais aeroportos, antes de chegar ao seu destino final. Você não desce do avião. Essa aterrissagem e decolagem posterior ocorrem tanto para o desembarque quanto para o embarque de outros passageiros.

Em outras palavras, esta é aquela situação em que o avião aterrissa em uma ou mais cidades antes de chegar ao seu destino final, para desembarque e embarque de outros passageiros. Contudo, não é preciso que você deixe a aeronave. As escalas existem para otimizar o voo. Imagine o mesmo voo que vai pingando, pingando e pegando e deixando passageiros, como acontece com os ônibus de linha e metro. Pois é! É esta aventura que você vai viver com um bilhete aéreo com escala.

Concluindo, para que você não tenha surpresas, ao pesquisar a sua passagem de avião, fique sempre atento quanto a duração do voo até o seu destino. Falo isto porque muitas vezes não vem descrito nos sites de busca que há escalas e o numero do voo não muda.  Ah! E em muitos canais de pesquisa vai aparecer um numero ao lado do voo – este número indica a quantidade de escalas daquele trecho. Compare com o valor de um voo direto para verificar se a economia vale a pena.

escala, conexão e stopover

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
CONEXÃO

Na conexão ocorre uma troca de aeronaves ao longo do percurso; isto torna o tempo de viagem mais longo e você necessariamente precisará desembarcar e efetuar a troca de aeronave para seguir viagem. Na maioria das vezes é necessário mudar de portão de embarque e – algumas vezes mudar de terminal – então é muito importante que você fique atento quanto ao tempo de conexão, para dar tempo de fazer tudo com calam, segurança e tranquilidade.

Antes de seguirmos para o próximo termo, preciso pedir que você tome muito cuidado na hora de emitir seu bilhete, isto pois existem conexões onde o voo chega numa cidade a uma da manhã, por exemplo, e o outro voo somente decola às duas da tarde … então, é muito importante ficar atento aos horários de chegada e saída da sua conexão.

Uma outra situação para se ficar bem atento é quando a cidade tem dois aeroportos. Confira se o voo chega num aeroporto e o outro voo parte de outro aeroporto, por exemplo: em São Paulo o primeiro trecho chega em Guarulhos e o segundo trecho da sua viagem tem o voo saindo de Congonhas. Em Nova Iorque é muito comum acontecer isso: um voo chega no JFK e o outro voo sai do La Guardia … isto já aconteceu comigo e, como era uma conexão bem longa, aproveitei para curtir um dia inteiro em Nova Iorque. Voltando ao nosso assunto, se ocorrer a troca de aeroportos, analise se há tempo suficiente para mudar de Aeroporto. Preste atenção neste ponto, ok?

Ainda há mais um lembrete que preciso ressaltar aqui: o tempo de conexão.
Verifique se o tempo de conexão será suficiente para todos os procedimentos necessários a se fazer naquele local. Dependendo de onde ocorrerá a sua conexão, pode haver a necessidade de trocar de terminal, além de fazer imigração ou até despachar novamente suas malas.

Em outras palavras, analise direitinho se há tempo suficiente para fazer tudo o que precisa no tempo da conexão, faça ainda uma pequena previsão de tempo para qualquer imprevisto que possa ocorrer, como por exemplo,  o atraso do seu voo anterior.

escala, conexão e stopover

STOPOVER

Este terceiro termo é o meu preferido. Aqui estamos falando de uma conexão “voluntária”, uma parada estratégica disponibilizada pelo setor aéreo em uma escala ou conexão no seu voo. Aqui estamos falando de uma conexão com mais de vinte e quatro horas.

Na prática, o stopover é uma permissão da companhia aérea para que você permaneça no local da conexão por mais tempo, por alguns dias, e assim você pode descobrir e explorar o local.  Ah!  Na maioria das vezes o stopover ocorre sem você pagar nada a mais por isso. No máximo, o aumento do seu custo será uma taxa de embarque do aeroporto.

Algumas companhias aéreas, inclusive, incentivam essa prática e oferecem aos passageiros algumas noites de hotel gratuitamente ou com ótimos descontos.

Muito bom, você concorda? É praticamente uma viagem gratuita dentro da sua viagem planejada.
Esta pode ser uma boa estratégia para você viajar mais e gastar muito menos.

O stopover geralmente fica disponível no país de origem da companhia aérea, como por exemplo ao voar com a TAP você pode aproveitar Lisboa e voando com a Emirates você ode fazer o stopover em Dubai.

Relação de cias aéreas que fazem Stopover

Abaixo segue a nossa relação atualizada das cias que oferecem stopover. Aproveite:

  • Aerolíneas Argentinas (Buenos Aires);
  • Aeroméxico (Cidade do México);
  • Air Canada (Toronto);
  • Air China (Madri e Pequim);
  • Air Europa (Madri);
  • Air France (Paris);
  • Alitalia (Roma);
  • American Airlines (Miami, Dallas, Los Angeles, Nova York);
  • Avianca (Lima e Bogotá);
  • Azul (Estado de São Paulo)
  • British (Londres);
  • Delta (Atlanta, Nova York);
  • Edelweiss (Zurique);
  • Emirates (Dubai);
  • GOL (Estado de São Paulo);
  • Ibéria (Madri)*;
  • KLM (Amsterdã);
  • Latam (Joanesburgo);
  • Lufthansa (Frankfurt e Munique);
  • Qantas (Sydney);
  • Qatar Airways (Doha);
  • Royal Air Maroc (Casablanca);
  • Swiss (Zurique);
  • TAP (Lisboa e o Porto);
  • Turkish (Istambul);
  • United (Chicago, Houston, Nova York, Washington)

Agora que você já sabe, exatamente, a diferença entre escala, conexão e stopover, você já pensou em como descobrir o momento ideal para emitir sua passagem?

Que maravilha! Falamos detalhadamente sobre a diferença entre escala, conexão e stopover. Certamente você aproveitará o conhecimento para que sua viagem seja ainda melhor aproveitada, seja por incluir mais um destino sem pagar nada a mais por isto ou por economizar bastante, emitindo uma passagem com escala ou conexão que não atrapalham em nada a sua programação.

E falando em programação, vamos aproveitar a oportunidade para te lembrar que será no seu projeto de viagem que você conseguirá encontrar o melhor momento para a emissão do seu bilhete aéreo.

Acima de tudo, o conhecimento destes termos e destas situações te ajudará muito no seu projeto, mas será o passo-a-passo do seu Planejamento da viagem que formará toda a estrutura necessária para que você aproveite ao máximo a sua viagem.
Quanto mais cedo você começa a planejar, mais estruturado fica o seu projeto de viagem! 

Finalmente, será com base no seu planejamento e nas consultas das tarifas aéreas que você agora fará agora com maior clareza, que você poderá perceber quando surgirão as condições ideais para você saber quando encontrou a melhor oportunidade para emitir seus bilhetes aéreos. Afinal, quem faz um bom planejamento tem apenas que pensar o que colocar na mala e por o pé na estrada.

Saiba mais sobre como planejar a sua viagem clicando aqui e aproveite estas informações para fazer uma boa viagem!

Ah! E se por acaso você quer saber mais sobre o nosso consultoria para planejamento, entre em contato conosco clicando aqui.

escala, conexão e stopover


COMENTÁRIOS

Você já começou o seu planejamento?
Deixe sua resposta nos comentários e conte conosco para obter mais informações.


Desejamos que faça, sempre, uma boa viagem!